FANDOM


'Pais de Jon[1] trata de uma hipótese formulada para tentar explicar um dos maiores “mistérios” da saga, aquele envolvendo o misterioso nascimento de Jon Snow.

O sistema de referências aos livros já publicados está explicado em Convenções desta wiki.

Os Pais de Jon

Introdução

A questão sobre os genitores de Jon Snow é complexa. Neste artigo, propomos atacar o problema com os fatos conhecidos de seu nascimento e de seu tempo em relação à guerra e, depois, pesquisando os pais em potencial em termos de onde eles poderiam estar na época em que foi concebido. Em seguida juntaremos os possíveis pares para ver quais são os mais prováveis. Este artigo estará fazendo muitas referências a A Rebelião de Robert.

Dados disponíveis

Deste correio, sabemos que Jon nasceu 8-9 meses antes de Daenerys, e que Daenerys nasceu quase precisamente 9 meses depois da morte de Rhaegar e do Saque de Porto Real[2]. Isto coloca o nascimento de Jon dentro de um mês, mais ou menos, do Saque. Sabemos que a guerra durou "cerca" de 1 ano, que frequentemente é citado como um "ano" [3], sugerindo que 10-11 meses é mais provável do que 9 meses. Isto posto, sua concepção deve ter ocorrido nos meses 1 a 3 da guerra. De maneira interessante, isso contradiz o sugerido por Catelyn e Ned quanto a Jon ter sido concebido algum tempo depois de Robb ( um evento que ocorreu vários meses depois da guerra ter começado). Portanto, ou GRRM está errado ou ele acidentalmente esclareceu uma informação que pretendia manter oculta na série.[4] Nossa opinião é que a última hipótese é que vale, já que GRRM é bastante preciso quanto às datas de nascimentos relativas, com tal rigor que parece ser pouco provável um erro casual.

Finalmente, considerando o papel da genética na série e a grande semelhança de Jon com os Stark – olhos acinzentados, cabelos castanhos, rosto comprido – parece seguro supor que qualquer teoria deva incluir, no mínimo, um Stark na equação, ou uma pessoa cujas características sejam semelhantes às dos Stark. Um ponto comum, que serve como referência, é o torneio em Harrenhal, que parece ter acontecido, no mínimo, alguns meses antes da guerra e que, para o objetivo desta discussão, não é importante, uma vez que na época, Jon Snow ainda não havia sido concebido.

Candidatos

À luz do exposto anteriormente, pode ser de ajuda, examinar a localização dos pais e mães em potencial no momento da concepção e antes dela.

Wylla

Agora serva na Casa Dayne e, possivelmente, desde a época da guerra, sendo crença geral que, para ser a mãe de Jon, ela devia estar em companhia de Lady Ashara Dayene. Se é assim, a questão é onde estava Lady Ashara durante o período correspondente aos 3 primeiros meses da Guerra? O que podemos dizer é que não parece que ele estava Porto Real, pelo menos nesta época, devido ao fato de que isso seria uma contradição evidente em relação ao conceito publicamente aceito de que a criança seria de [[[Eddard Stark]]]. Para esta hipótese ser possível, a mulher deveria estar num local menos conhecido, em que Eddard Stark poderia ter chegado por volta da época da concepção da criança. Também é possível que Willa não tenha entrado a serviço da Casa Dayne até algum tempo durante ou, mesmo, depois da guerra, o que tornaria muito mais difícil determinar sua localização. A aparência física de Wylla é desconhecida.

Ashara Dayne

Como no caso acima, podemos afirmar com segurança que não esteve em Porto Real, pelo menos para se considerar genericamente plausível a hipótese de Ashara Dayne ser a mãe de Jon Snow. Além disso, pode-se inferir das declarações de GRRM [5] que, no mínimo, Ashara Dayne não era companheira de Elia durante o último ano de seu casamento, o que coincidiria com a guerra. Ashara Dayne é descrita como tendo pouco cabelo e olhos violeta, como seu irmão Sor Arthur Dayne e seu sobrinho Lord Edric Dayne.

Lyanna Stark

Em todo esse acontecimento, a localização de Lyanna é ligeiramente bem-conhecida: estava com Rhaegar. Sabemos que Rhaegar, pelo menos não estava em Porto Real [6] na época em que parece que a guerra teria começado e parece provável que Lyana também não estivesse lá. Mais tarde se diz que Rhaegar "retornou do sul" no fim da guerra [7] e certamente esta foi a localização final de Lyanna [8].

Benjen Stark

Benjen ficou em Winterfell [9].

Robert Baratheon

Parece que, quando a guerra começou, Robert estava com Eddard no Vale [10] e depois foi do Vale para Ponta Tempestade – provavelmente por mar – o que deve ter levado um tempo. Certamente, nos dois meses da guerra, ele ou estava a caminho de Ponta Tempestade ou em suas proximidade e depois de quatro meses de guerra ele estava abrindo seu caminho por entre os Sete Reinos em direção às terras fluviais. Deve ser lembrado também que Robert claramente acreditava que Jon fosse filho bastardo de Eddard.

Howland Reed

A localização exata de Howland Reed não é conhecida. A impressão que se tem é que, nos primeiros meses da guerra, ele estava no Gargalo e depois retornou com os exércitos de Lord Eddard. Entretanto, uma possibilidade é que ele pode ter sido um dos que relataram o alegado crime de Rhaegar contra a Casa Stark, sugerindo que, na época, ele estava nas vizinhanças do local em que Lyanna se encontrava. Não se conhece a aparência de Howland Reed, embora seus filhos tenham cabelos castanhos e olhos verdes.

Arthur Dayne

Embora a localização exata de Dayne não seja declarada explicitamente, exceto no fim da guerra, quando ele estava na Torre da Alegria [11], parece provável que como amigo mais próximo e companheiro do princípe Rhaegar, ele deva ter acompanhado Rhaegar desde o início da guerra até Rhaegar partir para Porto Real e o Tridente. Isto significa que ele passou todo o tempo com Lyanna. Como Ashara e Edric parece que ele tinha pouco cabelo e tinha olhos violeta.

Aerys Targaryen

O Rei Aerys passou evidentemente todo o tempo da guerra em Porto Real.

Eddard Stark

Parece que Eddard estava com Robert no Vale quando a guerra começou (I: 21). e depois foi do Vale para o Norte – provavelmente por mar – e desse ponto em diante para Winterfell, o que deve ter levado algum tempo. Com toda probabilidade, Lord Stark não retornou novamente ao sul do Gargalo senão depois da guerra já estar acontecendo há vários meses. Por volta do quarto ou quinto mês da guerra, ele e suas forças já deveriam estar nas terras fluviais.

Rhaegar Targaryen

Até ele ser chamado "pelo sul"[12] é largamente aceito que Rhaegar sempre esteve com Lyanna Stark nessa época.

Evidências disponíveis

Como podemos trabalhar todas essas informações?

Benjen Stark

Além de ser muito jovem, estando em Winterfell durante a guerra, é praticamente impossível que seja o pai de Jon Snow, especialmente se Lyanna for a mãe, já que ela estava com Rhaegar na época em que Jon foi concebido.

Robert Baratheon

Não é o pai de Jon. Ele não podia ser o pai de Jon por meio de Ashara Dayne por uma razão, devido ao tipo físico de ambos os prospectivos pais não se ajustar à aparência Stark. Ele não podia ser o pai de Jon por meio de Wylla porque para ele o nome não significava nada mais do que o nome da mãe do bastardo de Eddard Stark – parece que, provavelmente, ele nunca a encontrou, o que faz sentido, já que Eddard e Robert estavam se movimentando para seus respectivos domínios e, portanto, para longe de Wylla, caso ela seja a mãe. A única possibilidade aqui é Robert e Lyanna e isso exige que Robert tivesse contato íntimo com Lyanna nos três primeiros meses da guerra. Isso, claramente, não ocorreu. Finalmente, o cabelo negro de Robert Baratheon era uma caraterística dominante, com Varys chegando a dizer que todos os bastardos de Robert que ele conhecia, filhos de várias mães, nasceram com o cabelo negro [13], o que o torna um candidato bastante improvável para ser o pai de Jon.

Howland Reed

Se Wylla é a mãe, surge a pergunta: por que tanto segredo e por que Eddard disse que a criança era sua e de seu próprio sangue? Se Ashara Dayne é a mãe, parece pouco provável que Jon Snow saísse em aparência tão claramente aos Stark, embora não seja totalmente impossível caso Howland Reed também tivesse essas características. Entretanto, mais uma vez se levanta a pergunta de por que Eddard reivindicou a criança como sua e como sendo de seu próprio sangue? Dorne parece ser relativamente aberta quanto a relações pré-maritais e à bastardia resultante, pelo menos quando comparada com os Sete Reinos,portanto, parece improvável uma tentativa de proteger a honra de Lady Ashara. Finalmente, Howland Reed não parece ser uma alternativa possível para ser o pai através de Lyanna, porque ela estava com Rhaegar e ele, quase certamente, não foi, em nenhum momento, mais ao sul do que o Tridente na época da concepção. Uma vez que ele não teve contato com Lyanna quando se supõe que Jon Snow foi concebido, ele pode ser descartado.

Arthur Dayne

Como no caso de Rhaegar, não é impossível que Sor Artur tenha gerado uma criança em Wylla ou Lyanna. Dito isto, seu lugar como um membro da Guarda Real – alguém que era considerado um dos maiores guerreiros do reino – e a admiração que Eddard aparentemente sentia por ele, parece descartá-lo. Tem também a pergunta quanto a por que Eddard reivindicaria a paternidade da criança ao invés de revelar a verdade?

Aerys Targaryen

Ashara Dayne é impossível porque ambos têm aspectos físicos diferentes dos Stark além da grandemente improvável possibilidade dela estar em Porto Real nessa época. O mesmo pode ser dito sobre Wylla, a menos que Wylla não estivesse servindo os Daynes nessa época, mas, então, a questão quanto a Eddard reivindicar para si a paternidade passa a ser muito curiosa, presumivelmente pode ser para proteger o bebê do ódio de Robert aos Targaryens, mas o porquê de dizer que a criança era do seu próprio sangue ao invés de dizer que era o filho de algum soldado seu -- ou algo parecido -- torna esta hipótese muito duvidosa. Aerys com Lyanna são os únicos para os quais parece ser geneticamente possível, embora isso exigisse que ela estivesse em Porto Real pela época da concepção, o que não parece ter sido o caso. Se ela esteve com Rhaegar, ela não estava lá quando Brandon e seu pai foram mortos no que foi, essencialmente, o início da guerra e ela não estava lá nos últimos seis meses da guerra. Poderia Rhaegar tê-la trazido para Porto Real em algum ponto entre o início da guerra e a concepção? Parece improvável, considerando que a área coberta pelos primeiros três meses da guerra pegariam Robert e seus exércitos em movimento através de terras fluviais, fazendo com que tais viagens fossem perigosas.

Eddard Stark

A menos que Wylla e Ashara Dayne estivessem no Vale ou no Norte, durante os três primeiros meses da guerra, elas não poderiam ser a mãe de Jon Snow. Dito isto, considerando que essas duas foram apresentadas no livro como possibilidade de serem a mãe de Jon, parece que elas não podem ser levadas em conta até que tenhamos mais informações sobre onde elas estariam. Sabemos que tem sido colocado que Wylla é a mãe de Jon Snow, um fato que Eddard sugeriu e que ele, aparentemente, declarou, enquanto estava em [[[Tombastela]]] (I-en:92; III-en: 494), e, certamente, não há grandes razões para supor que ela, no mínimo, foi, em algum momento, a ama de leite de Jon Snow. Isso tem implicações sobre outros candidatos: eles também tinham que ter tido contato com Wylla ao mesmo tempo que Eddard alegadamente teve, e podemos excluir Robert, Robert e Aerys, uma vez que eles não estavam nos mesmos lugares em que Eddard estava nos meses 1 a 3 da guerra. Um problema levantado por Eddard ser o pai através de Wylla, se refere às mentiras que atormentaram Eddard desde o fim da guerra (I-en: 96) não fazem muito sentido – ao invés de, talvez, permitir que outros dissessem que Rhaegar estuprara repetidamente Lyanna se ele soubesse que isso não era verdade, ele não precisaria contar nenhuma mentira. Se Wylla desejava compartilhar essa história sórdida com as pessoas de Tombastela, parece ser meio confuso que Eddard Stark fizesse segredo disso a um ponto em que se tornaria uma questão que perturbaria seu casamento.

Ser Jon filho de Eddard com Ashara Dayne incorre nos mesmos problemas da linha de tempo, já que ela deveria ter concebido a criança nos meses 1 a 3 da guerra. Tempo em parece que Eddard Stark passou no Vale e no Norte.

Finalmente, temos Lyanna. Nessa época ela é claramente mostrada como estado com Rhaegar e jamais poderia estar em contato com seu irmão nesse período. Naturalmente, também é improvável que Eddard tenha sido o pai por uma série de razões pessoais tais como o seu aparente desagrado com relação à união incestuosa de Jaime e Cersei Lanninster; ele jamais ter, sequer remotamente, pensado na possibilidade etc.

Rhaegar Targaryen

Considerando o detalhe acima, se Wylla ou Ashara forem consideradas as prováveis mães com base nos movimentos de Eddard Stark, então Rhaegar Targaryen, da mesma maneira, deve ter estado no Norte ou no Vale na época para que ele pudesse gerar um filho em qualquer das duas, uma clara impossibilidade. Mesmo supondo incertas suas localizações devido à confusão da guerra, eles deveriam ter estado no sul (isto é, nas vizinhanças de Dorne) para que essa suposição fosse correta. Isso soa razoável, visto que Ashara era de Dorne, mas devido à questão genética Ashara e Rhaegar devem ser descartados. Wylla e Rhaegar , pelas mesmas razões, não podem ser descartados mas isso levanta a pergunta quanto a por que Eddard reivindicou a paternidade. Finalmente, Rhaegar e Lyanna se encaixam melhor nessa hipótese porque temos forte evidência de que ele, de fato, estava com ela na época da concepção de Jon Snow enquanto que no caso dos demais candidatos, é apenas uma suposição e, em alguns casos é totalmente improvável.

Juntando aos pontos

Considerando o que foi dito até agora, acreditamos que os candidatos mais fortes, levando-se em conta uma análise focada na linha do tempo, são: Rhaegar e Lyanna, Eddard e Ashara e Eddard e Wylla, nessa ordem, por questões de coerência (no mínimo).

Robert Baratheon parece ter sido totalmente descartado de todas as combinações com potencial, enquanto que Howland exige um grande número de suposições para explicar certos detalhes.

Aerys Targaryen com Lyanna é uma possibilidade muito remota, mas não há qualquer evidência em apoio.

Há, também um argumento especulativo que diz que, uma vez que Jon Snow recebeu um lobo gigante junto com os demais filhos de Eddard Stark, isso no mínimo prova que pelo menos um de seus pais tem que ser um Stark, o que favorece descartar, ou pesa significativamente contra, todas as combinações de pais que não incluam pelo menos um dos Stark.

Das três opções citadas acima, Rhaegar e Lyana é, de longe, a mais provável. Além da evidência acima contemplando a linha de tempo, o fato de que Lyanna passaria a Jon a genética necessária para nascer com as características de um Stark e as óbvias razões pelas quais Eddard naquela ocasião assumiria a paternidade de Jon, há outras evidências especulativas em seu apoio. Um pedaço bastante impressionante de evidência possível, foi a visão que Daenerys teve de uma flor azul crescendo de uma fenda na parede [14]. Conforme observado na seção Profecias, esta única referência parece traçar uma linha direta entre a história de Bael, o Bardo e a rosa de inverno (na qual uma filha dos Stark é raptada de sua família apenas para dar à Casa um filho de seu amante), Lyana Stark (que é associada às rosas azuis do inverno e com Rhaegar) e Jon Snow (que está na Muralha). Embora possa ser apenas uma dica sobre Jon estar na Muralha, considerando o significado da rosa azul que lemos em A Fúria do Reis, achamos que pode ser uma promissora peça de evidência.

Há também, o que causou a morte de Lyanna. O cheiro de sangue e a febre lembrados por Ned pode ser facilmente entendido como a consequência de um parto seguido por uma doença fatal. Isto certamente sugere que Lyanna pode ter tido um filho. Alguém propôs que Lyana poderia ter sido morta por um membro da Guarda Real ou mesmo que tivesse atentado contra sua própria vida, mas ambas as hipóteses não explicam a febre da qual Ned recordava e a segunda hipótese, pelo menos, parece bastante improvável face à admiração permanente de Eddard pela Guarda Real.

Conclusão

Finalmente, outras pequenas dicas que, certamente, estão abertas a várias interpretações, mas todas compartilham de interpretações que podem apontar diretamente para os pais de Jon serem Rhaegar e Lyanna tais como a coincidência dos pedidos de Lyanna e de Sansa em relação ao modo como Robert Baratheon respondeu às mortes dos filhos dos Targaryen [15], a presença da Guarda Real, o que sugere que podiam estar protegendo um possível herdeiro do trono [16], Ned não ter incluído Jon Snow entre seus próprios filhos, quando pensou em como defendê-los [17] e o fato dos Targaryen praticarem bigamia, o que reforça a possibilidade da criança gerada por Rhaegar e Lyanna vir a ser legitimada como herdeira do trono [18]. Nenhuma outra combinação de personagens tem tal número de evidências circunstanciais apontando para si. Embora um único detalhe não possa provar alguma coisa, todos juntos se tornam suficientemente ponderosos para serem bastante plausíveis.

Objeções à teoria

Objeções comuns à teoria "Rhaegar + Lyanna = Jon" e respostas rápidas para elas:

"Ela é óbvia"

Há um grande volume de evidências fundamentadas – na forma de novos fãs da série que ficam surpresos quando a teoria é apresentada a eles pela primeira vez, porque eles simplesmente não "ligaram os pontos" -- de que isso não é verdade. Mais ainda, algumas teorias alternativas são muito mais "óbvias" porque são explicitamente declaradas na série. Se a obviedade é um fator importante, então podemos também descartar essas.

"É muito 'lugar-comum'"

A resposta a esta objeção é que a ideia em si é lugar-comum, mas como ela será desenvolvida é um mistério completo. Se Martim a tem na cabeça, revelando que, sim, Jon é o "herdeiro por direito", mas que Jon não irá se tornar um governante (por que ele morre, por razões políticas ou por escolha própria), o que cria uma nova camada de complexidade e de complicação sem virar um lugar-comum, Jon pode, até mesmo, governar os Sete Reinos e isso pode ser enfocado de uma maneira que fuja ao lugar-comum. Finalmente, nós não sabemos. O que sabemos é que o autor subverte completamente as alegorias e lugares-comuns da fantasia.

"Torna Daenerys sem importância"

O dragão tem três cabeças e isso é algo que sabemos desde A Fúria dos Reis. Obviamente ela é uma dessa cabeças do dragão. Se outro personagem é incluído é porque isto faz parte da configuração apresentada e, provavelmente, o que isso realmente significa é que a história está ficando mais complexa do que simplesmente "Daenerys é uma grande heroína acima de todos e tudo."

"Romanceia Rhaegar e Lyanna"

Certamente leva a isso. O autor, tem jogado com vestígios da tragédia romântica desde o princípio, com a bela imagem das rosas de inverno como um elo entre Lyanna e Rhaegar. Isto sendo dito, mesmo que Lyanna não seja a mãe de Jon, a verdade é que Rhaegar e Lyanna tiveram algum tipo de relacionamento que culminou numa terrível tragédia. Não sabemos porque as coisas aconteceram do jeito que aconteceram.Temos boas razões para saber que Rhaegar acreditava que o que ele estava fazendo era necessário, mas certamente podemos questionar a sanidade de alguém jogar um reino numa guerra com base na impressão de que decifrou uma profecia na qual esse alguém (por meio de seus filhos), tem um papel central. Mas temos sido informados mais de uma vez os laços frouxos dos Targaryens com a sanidade.


Referências


  1. Este texto é uma tradução integral do encontrado em http://www.westeros.org/Citadel/FAQ/Entry/Who_are_Jon_Snows_parents/
  2. I: 26
  3. I: 87, 198
  4. I: 52, 84
  5. http://www.westeros.org/Citadel/SSM/Entry/1040/
  6. II: 582
  7. IIIpt: 479
  8. I: 301-303
  9. http://www.westeros.org/Citadel/SSM/Entry/1328
  10. I:21
  11. I: 302-302
  12. IIIpt: 479
  13. II-en:178
  14. II-en: 455
  15. I-en:67
  16. I-en: 354-355
  17. I-en: 406
  18. http://www.westeros.org/Citadel/SSM/Entry/1035

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.