FANDOM


Para orientação sobre as citações dos livros de GRRM, ver Convenções desta wiki


Os Outros, também chamados de Os Caminhantes da Noite, são seres que habitam a região conhecida como Para-lá-da-Muralha. Região selvagem, situada ao norte da Muralha

História

Fonte: Wiki de Westeros: The Others-History
Acesso em: 29 jun 2014

Segundo a lenda, as primeiras aparições dos Outros ocorreram há aproximadamente 8.000 anos, antes da Guerra da Conquista, durante um inverno que durou uma geração e um período de escuridão conhecido como A Longa Noite. Acabaram sendo derrotados, supostamente pela Patrulha da Noite, na Batalha Pela Aurora e a Muralha parece ter sido levantada como uma defesa contra eles.

Aparentemente, O Rei da Noite casou-se com uma caminhante branca, mas desde foram derrotados, não se ouviu mais falar nos Outros. Ao sul da Muralha são considerados meros contos de fadas para assustar criancinhas. São frequentemente citados em pragas e maldições como "Que os outros levem seus olhos"[1].

Características

Algumas de suas características são descritas no Prólogo de A Guerra dos Tronos. Por exemplo, movem-se silenciosamente e sua presença é percebida por uma intensificação do frio local[2].

São descritos como "uma sombra", alta, descarnada; com uma carne "pálida como leite". Seus olhos são azuis, de um azul tão profundo que "queima como gelo"[3].

Usam uma armadura que parece mudar de cor, de branco para negro e possui manchas "cinzento esverdeadas como as árvores". Este padrão de cores desliza pela armadura à medida em que seu portador se movimenta. A espada que utilizam é feita de um metal que nenhum humano teria forjado. Aparentava estar viva sob a luz da lua e sua aparência, além de extremamente afiada, era translúcida como a de um cristal. Emitia uma leve cintilação azul e era tão fina que, olhada de frente, parecia desaparecer.[4].

Referências


  1. I-Br: Bran I; p. 16.
  2. I-Br: Prólogo; p. 12.
  3. I-Br: Prólogo; p. 12, 13.
  4. I-Br: Prólogo; p. 12.