FANDOM


Para orientação sobre as citações dos livros de GRRM, ver Convenções desta wiki

Os Filhos da Harpia são um movimento meereenense de resistência, que luta contra a invasão de Ghiscar por Daenerys.

Acredita-se que os integrantes do movimento sejam as principais famílias, os antigos senhores de escravos que foram prejudicados com o governo anti-escravagista de Daenerys.

Os Filhos da Harpia atacam não só os Imaculados da Rainha[1] como, também, os libertos,[2] antigos escravos que prosperaram no regime de Daenerys.

Numa tentativa de parar seus ataques, Daenerys ordenou, inicialmente que seus Imaculados patrulhassem Meeren em grupo de dois. Como isso não diminuiu os ataques, que a patrulha da cidade de Meereen agora não mais fosse feita pelos seus imaculados, mas pelos cidadãos, recrutando os patrulheiros entre os tonsurados e os libertos. Para financiar essa nova "Polícia", Daenerys decretou que as grandes casas de Meereen pagasse um tributo de 100 moedas de ouro para cada pessoa assassinada pelos Filhos da Harpia.[3]

Referências


  1. V-en: 31
  2. V-en: 149
  3. V-en: 150